Hora local: 10:12
logotipo
Você está aqui: Página inicial

LOIVOS DA RIBEIRA E TRESOURAS: CENTRO CÍVICO E CENTRO COMUNITÁRIO SÃO ESPAÇOS PARA AS PESSOAS

2017/05/29

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, pediu, a 27 de maio, aos cidadãos baionenses que ajudem a autarquia a preservar e a cuidar do espaço público e da sua manutenção. "Todos os investimentos que fazemos são com recursos públicos e, portanto, pertencem a todos nós. É fundamental que os cidadãos nos ajudem a zelar e a manter um bom estado de conservação. Se todos derem o seu contributo cívico será possível fazer mais e melhor", referiu Paulo Pereira.

As palavras do autarca mereceram muitos aplausos dos habitantes da União de Freguesias de Loivos da Ribeira e Tresouras e foram ditas aquando de visitas ao Centro Cívico de Loivos da Ribeira e ao Centro de Relação Comunitária de Tresouras.

UMA NOVA "VIDA" NO CENTRO DE LOIVOS DA RIBEIRA

O dia foi marcado por muita animação na zona envolvente ao centro cívico de Loivos da Ribeira. Para além de insufláveis e de pinturas faciais para os mais novos esteve presente o grupo de bombos de Loivos da Ribeira.

O presidente da União de Freguesias de Loivos da Ribeira e Tresouras, André Santos, louvou a "nova vida" que foi possível trazer ao centro de Loivos com a qualificação daquele espaço que anteriormente era conhecido como Jardim do Emigrante. O autarca referiu o contributo dado por todo o executivo da Junta de Freguesia, em particular de António José Fonseca, oriundo de Loivos da Ribeira. E não deixou de mencionar as pessoas que tiveram responsabilidades na Junta, muitos dos quais presentes e que deram o seu melhor pela freguesia.

Paulo Pereira referiu que o Centro Cívico poderá ter diferentes utilizações de acordo com o interesse das populações: desde uma peça de teatro, às festividades locais, sendo também um local incontornável de convívio e de lazer.

O autarca explicou que com esta obra e com o arranque do acesso à Senhora da Lapinha, previsto para breve, estarão concretizados todos os compromissos assumidos com a população à exceção da criação da zona de lazer no fluvial. "Procuramos adquirir um terreno com excelentes condições, mas infelizmente não foi possível", referiu. O autarca disse ainda que a Câmara e a Junta estão a trabalhar para encontrar um terreno alternativo e que possa acolher a zona de lazer no rio Teixeira.

VALORIZAR A MEMÓRIA

Projetado pela Câmara Municipal de Baião o Centro Cívico valoriza a memória e a identidade de Loivos da Ribeira. Através da aplicação da telha, um símbolo local, num muro superior. Ao lado vê-se o brasão da freguesia. Próximo pode também ler-se o Hino a Loivos da Ribeira, da autoria de António Teixeira Azevedo da Silva.

O pavimento da praça é de granito existindo ainda um muro que faz a separação da via pública, existindo também diversos degraus que constituem uma espécie de anfiteatro ao ar-livre. O equipamento dispõe ainda de sanitários de utilização pública.

TRESOURAS: ANTIGA ESCOLA É AGORA CENTRO DE RELAÇÃO COMUNITÁRIA

Foi com a citação dos versos iniciais de "Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades", de Luís Vaz de Camões que André Santos se dirigiu aos habitantes de Tresouras, aquando da abertura de portas do Centro de Relação Comunitária.

Dizendo estar a viver o dia mais feliz enquanto presidente de Junta de Freguesia, André Santos congratulou-se pelo facto da antiga escola primária por onde passaram tantas pessoas de Tresouras tornar-se agora um espaço que irá trazer bem-estar e melhor qualidade de vida aos cidadãos.

Paulo Pereira explicou que os Centros de Relação Comunitária são uma resposta social criada pela Câmara Municipal de Baião para os cidadãos.

"Os cidadãos seniores poderão realizar aqui atividades com acompanhamento técnico: desde ginástica, artes plásticas ou música. A comunidade poderá também reunir-se aqui e fazer eventos musicais, bailes ou convívios", contextualizou.
Paulo Pereira referiu ainda que a gestão do centro será contratualizada entre a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia e uma entidade social do concelho.

E mostrou-se seguro que as pessoas irão gostar muito de frequentar aquele espaço, tal como sucede já hoje em Viariz, onde entrou em funcionamento o primeiro Centro de Relação Comunitária.
No futuro, o espaço poderá evoluir para Centro de Dia ou Centro de Convívio, mediante a abertura de candidaturas por parte da Segurança Social.

Dezenas de pessoas marcaram presença e tiveram oportunidade de conhecer "em primeira mão" o interior do equipamento que dispõe de uma sala destinada às memórias e às histórias da freguesia; de um salão polivalente, uma área de trabalho, dum espaço de cozinha onde poderão ser confecionadas refeições e de sanitários e espaço de arrumações.

VISITA A OBRAS NA UNIÃO DE FREGUESIAS

Na mesma data foram visitadas diversas obras realizadas naquela União de Freguesias. Em Tresouras a deslocação deu-se às pavimentações da Rua da Sobreira, da Rua Santiago Velho e, por fim, da extensão que vai do Caminho do Pedregal ao Caminho de N. Senhora da Anunciação.

Em Loivos da Ribeira as visitas abrangeram as pavimentações do Caminho das Eiras, da Rua Central entre a EN 108 e a Casa Mortuária e da Rua da Costa.

Outras notícias