Hora local: 19:51
logotipo
Você está aqui: Página inicial

CAMPEÃO DO MUNDO DE MOTONÁUTICA F2 DECIDE-SE EM BAIÃO

2017/09/19

As grandes decisões do Campeonato do Mundo de Motonáutica F2 ficaram reservadas para a última etapa. É no rio Douro, na Albufeira da Pala, União de Freguesias de Ancede e Ribadouro, que será decidido o grande vencedor de uma das mais importantes provas internacionais dos desportos náuticos.

Duarte Benavente, piloto com mais de 30 anos de experiência, é o único português em competição.

24 pilotos, 14 nacionalidades e mais de 20 mil espetadores.

Durante três dias, o município de Baião estará no centro de todas as atenções. A pista traçada nas águas do Douro conta com cerca de 1.800 metros de perímetro já foi considerada como uma das mais impressionantes de todos os locais onde se têm disputado as etapas do Campeonato do Mundo ao longo da última década.

Rashed Al Qemzi, dos Emirados Árabes Unidos, Pierre Lundin, da Suécia, e vencedor da etapa em 2016, em Baião, e o francês Nelson Morin são os três pilotos que ocupam os primeiros lugar no ranking da modalidade. O português Duarte Benavente encontra-se na 27.ª posição e ambiciona ocupar os lugares cimeiros da competição.

"Vamos ter a oportunidade de assistir à mais disputada etapa do Campeonato do Mundo de Motonáutica em território português. Esta prova vai trazer até Baião grandes nomes da modalidade que vão lutar até aos últimos segundos pelo primeiro lugar no pódio. Será, sem dúvida, uma prova de grande espetacularidade já que dos 24 pilotos, só 18 podem disputar a etapa, sendo que, neste momento, 12 pilotos ainda têm hipóteses de alcançar um dos três lugares do pódio do Campeonato do Mundo 2017. Será um espetáculo único e que vai honrar o nome de Baião, do Douro Verde e do Norte de Portugal!", comenta Mário de Sousa, presidente do Clube Náutico de Ribadouro e responsável pela organização do campeonato.

"Tenho a certeza de que vai ser uma prova de grande qualidade, tanto em termos desportivos como organizativos, dada a vasta experiência do Clube Náutico de Ribadouro. Esperam-nos dois dias marcados por muita competitividade, emoção e incerteza quanto ao vencedor da prova, com o atrativo adicional de este ano o campeonato ser decidido em Baião. Teremos emoção até ao último momento. O grande dia será o domingo, mas no sábado também haverá treinos de qualificação e provas competitivas. Espera-se um fim-de-semana muito animado para todo público baionense. Quem nos visitar, vindo de outros pontos da região ou do país, terá o atrativo adicional de poder descobrir um concelho de eleição, com uma gastronomia riquíssima, paisagens encantadoras e um património cultural de grande valor", refere Ivone Abreu, vice-presidente da Câmara Municipal de Baião.

Para Melchior Moreira, presidente da Entidade do Turismo do Porto e Norte de Portugal, que volta a apoiar a realização deste evento "esta competição vai reforçar o destaque nas excelentes condições que o nosso destino tem para os desportos náuticos e coloca Baião no calendário das competições mundiais. A exemplo dos eventos desportivos que o Porto e Norte tem recebido nos últimos anos, o Campeonato do Mundo de Motonáutica vai, certamente, reafirmar o potencial turístico da Região junto de milhares de visitantes e adeptos da modalidade".

Esta prova é organizada pelo Clube Náutico de Ribadouro, sob a chancela da Union Internacionale Motonautique e da Federação Portuguesa de Motonáutica e conta com o apoio institucional da Câmara Municipal de Baião, da Entidade Regional e Turismo do Porto e Norte de Portugal e da Administração dos Portos de Douro, Leixões e Viana do Castelo.

Outras notícias