Hora local: 05:34
logotipo
Você está aqui: Página inicial

NOVA PONTE ENTRE ESMORIZ E VALBOM JÁ TEM FUNDAÇÕES E PILARES

2017/03/30

No seguimento das visitas a obras por todo o concelho que tem realizado, de forma regular, o presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, visitou, a 30 de março obras em duas freguesias, num valor de investimento que poderá ultrapassar os 200 mil euros. Por serem há muito aguardadas pelas populações, estas empreitadas da Câmara Municipal possuem um significado especial: trata-se da pavimentação do acesso à Senhora da Lapinha e da ligação entre Valbom e Esmoriz.

A primeira visita ocorreu à obra de ligação de Valbom a Esmoriz, na União de Freguesias de Ancede e Ribadouro. Na companhia de técnicos municipais e do autarca local Daniel Guedes, Paulo Pereira pôde observar a evolução de construção da nova ponte que vai unir os dois lugares. Daniel Guedes referiu que existem registos de que a obra era reivindicada pelos ancedenses há pelo menos 40 anos.

Trata-se de uma estrutura em betão armado com três vãos (dois deles com sete metros e outro com doze metros). Neste momento estão já construídas as fundações e pilares da obra, que terá uma faixa de rodagem com 6,30 metros de largura e possuirá passeios com 1,25 metros de largura.

Esta obra vai melhorar a mobilidade e aproximar aqueles dois lugares de Ancede. A construção da ponte representa um investimento de 154 mil euros. Antes, do lado de Esmoriz, tinham já sido feitos movimentos de terras e escavações para o alargamento e tinham sido executados muros e vedações. Prevê-se que a obra esteja concluída no mês de junho.

PAVIMENTAÇÃO DO ACESSO À SENHORA DA LAPINHA DEVERÁ ARRANCAR ENTRE ABRIL E MAIO

A visita seguinte foi à União de Freguesias de Loivos da Ribeira e Tresouras, onde a Câmara Municipal de Baião irá executar a obra de pavimentação do acesso à capela da Senhora da Lapinha. Aqui Paulo Pereira teve a oportunidade de dialogar com o elemento do executivo da União de Freguesias, António José Fonseca.

Esta obra está em fase de análise de propostas, tendo sido lançada por um valor base inicial de 45 mil e 944 euros. Estima-se que o arranque da obra no terreno possa acontecer entre final de abril e princípio de maio. Esta empreitada consistirá na pavimentação, com cubos de granito, do caminho de acesso à capela numa extensão de 3000 metros quadrados. A obra terá a duração de 90 dias.

Outras notícias