Hora local: 15:47
logotipo
Você está aqui: Folhas Soltas > Campos de Trabalho Internacionais (CTI) 2015

Campos de Trabalho Internacionais (CTI) 2015

De acordo com a Portaria nº345/2006 de 11 de Abril, artigo nº 8, que regulamenta os CTI (Campos de Trabalho Internacionais) e autorização superior do Conselho Diretivo do IPDJ, está aberto o período para a apresentação de propostas por entidades promotoras, para organização, em Portugal, de campos de trabalho internacionais em 2015. As propostas deverão dar entrada nas Direções Regionais do IPDJ e Lojas Ponto Já, até ao próximo dia 31 de Dezembro de 2014.

Para o ano de 2015 mantêm-se o apoio financeiro de 21,50 € por dia e participante, assim como o valor da taxa de inscrição e de caução de 25,00 €.

Foi ainda decidido pelo Conselho Diretivo do IPDJ que, para o ano de 2015:

· As propostas aos CTI deverão contemplar um máximo de 17 voluntários;

· A duração máxima de cada CTI deverá ser de 12 dias;

· Não poderão ser aprovadas e seleccionadas para financiamento mais do que 2 candidaturas por entidade e de acordo com uma reordenação da lista definitiva que garanta uma maior diversidade de entidades promotoras de CTI (ver portal da juventude - candidaturas de entidades).

 

A Avaliação, seleção e ordenação das candidaturas será efetuada de acordo com o definido na Portaria e respetivo regulamento.

Chama-se a atenção para os seguintes aspectos a ter em conta nas candidaturas aos CTI:

1. Só serão consideradas para avaliação, as candidaturas completas (incluindo anexos) recebidas até ao dia 31 de dezembro de 2014;

2. Não serão considerados para avaliação candidaturas ou anexos que sejam apresentados após o dia 31 de Dezembro de 2014;

3. No caso de candidaturas na área da arqueologia, também o parecer (nº3 do art.9) ou declaração (nº4 do art.9) do IGESPAR deverá ser apresentado, devidamente identificado e com datas actualizadas, até ao dia 31 de dezembro de 2014;

4. Todas as candidaturas deverão ser acompanhadas, obrigatoriamente, da ficha informativa do campo, preenchida em Inglês e não excedendo 1 página sem fotos ou 2 páginas com fotos;

5. A ficha informativa de cada campo deve ser enviada em formato digital word ou doc. (não enviar em ficheiro pdf);

6. A ficha informativa do CTI não será considerada na avaliação da candidatura, sendo apenas um documento de divulgação do campo, caso a actividade seja realizada;

7. Deverá ainda ser preenchido por cada monitor proposto para a execução do campo de trabalho, uma declaração de compromisso, cujo modelo se anexa;

8. Anexa-se também o formulário de candidatura actualizado (solicita-se o nome dos monitores propostos e seus telemóveis) e instruções importantes sobre parcerias logísticas (ver formulário);

9. Aos candidatos que apresentarem documentos de parcerias logísticas, estas só serão válidas na avaliação se assinadas pelas entidades e datadas (datas actuais) e se indicarem para além do tipo de apoio prestado, o montante estimado a que corresponde esse apoio;

10. Todas as entidades candidatas aos CTI deverão possuir as condições logísticas necessárias para a realização deste tipo de actividade ao nível das infra-estruturas de alojamento, alimentação, higiene e segurança, etc...

 

A informação sobre as candidaturas das entidades promotoras de CTI já se encontra actualizada no Portal da Juventude e os ficheiros em anexo (formulário de candidatura, ficha informativa e declaração de compromisso) a serem utilizados este ano pelas entidades promotoras, encontram-se igualmente disponíveis no Portal da juventude. Encontra-se igualmente divulgada no Portal e na mesma secção a grelha genérica de avaliação de candidaturas para 2015, ver: http://juventude.gov.pt/TurismoTemposLivres/PromotorTemposLivres/CamposTrabInternacionais/Paginas/camp_trab_int_entidades.aspx

 

Documentos: